Projecto de exploração de gás natural na Área 1 é uma oportunidade, para várias gerações de moçambicanos

Projecto de exploração de gás natural na Área 1 é uma oportunidade, para várias gerações de moçambicanos

O projecto de exploração de gás natural na Área 1 da bacia do Rovuma é uma oportunidade, para várias gerações de moçambicanos, referiu, ontem, o presidente da petrolífera, que lidera o investimento. “Não estamos a falar apenas de um tipo de oportunidade, que acontece uma vez numa geração, é algo que vai além disso, de gerações e de vidas e estamos muito contentes de anunciar isto hoje”, referiu Al Walker, presidente da Anadarko. Aquele responsável falava durante a cerimónia, em Maputo, de anúncio da decisão final de investimento do consórcio de exploração de gás natural da Área 1 da bacia do Rovuma. “Todas as condições foram alcançadas, vamos avançar para a fase de construção de infraestruturas”, salientou. Al Walker considera, que o projecto tem potencial para crescer e dispõe de "fundações seguras" para os próximos passos. “Falamos muito de coisas transformadoras no mundo e este projecto encaixa bem, nessa descrição”, apontando para a multiplicação do Produto Interno Bruto (PIB) de Moçambique graças a uma fonte de riqueza “sustentável e de longo prazo”. Al Walker considera que o projecto vai ser também transformados ao criar milhares de postos de trabalho para moçambicanos, assim como novas oportunidades nas áreas da educação e formação. O consórcio da Área 1 é liderado pela petrolífera Anadarko - que deve ceder a posição à francesa Total até final do ano - e prevê um investimento em infraestruturas de 25 mil milhões de dólares. O empreendimento de extracção, liquefacção e exportação marítima de gás natural deve entrar em funcionamento em 2024.
Ler 28 vezes
Avalie este item
(0 votos)

About Author