Cooperativas defendem uma actuação conjunta das PME's moçambicanas na captação das oportunidades de negócios

Cooperativas defendem uma actuação conjunta das PME's moçambicanas na captação das oportunidades de negócios, a serem fornecidas pela indústria extractiva do sector de gás e petróleo já no próximo ano. O cooperativismo em Moçambique ainda é um desafio, o pacote legislativo que cria as cooperativas existe já anos. Porém, a falta de regulamento limita a acção deste ramo actividade, segundo deu a conhecer, a imprensa, o Director-Executivo da Associação Moçambicana para Promoção do Cooperativismo Moderno. Cecílio Valentim fez saber ainda, que o cooperativismo poderá ser a "melhor arma" para a captação das oportunidades de negócios, a serem fornecidas pelas petrolíferas a partir de 2019. Sobre o volume de negócio das cooperativas moçambicanas, o Director-Executivo da Associação Moçambicana para Promoção do Cooperativismo Moderno lamentou a falta de dados estatísticos. Refira-se que a AMPCM foi fundada em 2010, e actualmente conta com cerca de 600 cooperativas filiadas.
Ler 98 vezes
Avalie este item
(0 votos)

About Author