Moçambique e EUA assinam instrumento que visa intensificar trocas comerciais

Moçambique e EUA assinam instrumento que visa intensificar trocas comerciais Featured

Os governos de Moçambique e dos Estados Unidos da América assinaram hoje em Maputo um memorando de entendimento para impulsionar as trocas comerciais e a remoção de barreiras aos investimentos. O memorando de entendimento foi rubricado pelo Presidente da República, Filipe Nyusi, e pela secretária de Estado adjunta do Comércio dos EUA, Karen Kelley, durante a Cimeira de Negócios EUA-África, que decorre até sexta-feira em Maputo. Karen Kelley afirmou que Moçambique é o quarto país africano a rubricar este tipo de acordos com os EUA e que estes se enquadram num roteiro que levará à assinatura de acordos de comércio livre. O memorando hoje assinado vai permitir a identificação de projetos prioritários em áreas-chave do domínio comercial e o aproveitamento de instrumentos de dinamização das trocas comerciais. A secretária de Estado adjunta de Comércio dos EUA assinalou que os memorandos são parte dos esforços da administração norte-americana para o incremento do comércio com África. Falando na abertura da Cimeira de Negócios EUA-África, a secretária de Estado adjunta do Comércio assinalou que, apesar de o país ser o maior doador de ajuda humanitária para África, o comércio com o continente decresceu 62% desde 2014. "Queremos trabalhar convosco para melhorar compreender como reverter esta tendência", frisou Karen Kelley. Kelley assinalou que o Governo norte-americano tem à disposição instrumentos financeiros e de incentivo ao investimento das pequenas e médias empresas no exterior, mas as companhias do país têm feito pouco aproveitamento dessas vantagens.
Ler 115 vezes
Avalie este item
(0 votos)

About Author