Banco Mundial nomeia novo diretor para Cabo Verde e Guiné-Bissau

O Banco Mundial (BM) nomeou o etíope Nathan Belete como novo diretor de operações para Cabo Verde e Guiné-Bissau, substituindo a norte-americana Louise Cord, que cessa funções no final deste mês, anunciou a instituição. Além de Cabo Verde e da Guiné-Bissau, Nathan Belete, que é especialista em desenvolvimento rural terá ainda sobre a sua responsabilidade o Senegal, a Gâmbia e a Mauritânia. Nathan Belete inicia funções em 01 de julho e fica baseado no Senegal, substituindo a norte-americana Louise Cord, que a 30 de junho termina o seu mandato de quatro anos. Belete entrou para o Banco Mundial em 2000, tendo exercido vários cargos, incluindo o de especialista em agricultura para a China e Índia. Liderou ainda a área do desenvolvimento sustentável nas regiões da África Ocidental e na Indonésia, bem como, mais recentemente, foi responsável pelo setor agrícola na região da Ásia e Pacífico, baseado em Hanoi, no Vietname. Formado em gestão de Negócios Internacionais pelo Messiah College da Pennsylvania, Estados Unidos, tem um mestrado da Escola de Agricultura e Ciências da Vida pela Universidade de Cornell, em Nova Iorque, onde estudou como bolseiro do Instituto Africano de Desenvolvimento. Antes de entrar para o Banco Mundial trabalhou nos Estados Unidos e em África para organizações como a World Vision ou a Unicef.
Ler 74 vezes
Avalie este item
(0 votos)

About Author