Incrementar investimentos rumo à robustez económica

 Moçambique e África do Sul deverão empreender mais esforços tendo em vista manter a trajectória de crescimento, através da intensificação e robustez nas suas relações, e rumo ao incremento do investimento em áreas estratégicas e prioritárias ao desenvolvimento.

 Gildo Mugabe (texto)

Os Governos de Moçambique e África do Sul reuniram-se em Maputo, no seu segundo encontro bienal com vista discutir a situação macroeconómica, social, política e cultural dos dois países.

Discursando na ocasião, o estadista moçambicano, Filipe Nyusi, convidou a África do Sul a aumentar os seus investimentos em Moçambique, sustentando que o país está numa fase de descoberta de recursos diversos e que o investimento neles significa buscar a melhoria das condições de vida nos dois países.

“É uma realidade que Moçambique é um potencial em oportunidades para negócios, mercê dos seus recursos naturais, que clamam por investimentos para a sua efectiva exploração. Reiteramos o nosso convite para que África do Sul se junte a nós, para darmos substância aos projectos-âncora em Moçambique”.

Concretamente, são projectos de geração e transmissão de energia eléctrica, transportes e comunicações, turismo, agro-processamento, pecuária, mineração, entre muitas áreas da economia sustentável.

Nyusi aproveitou a ocasião para agradecer à África do Sul pela participação na última fase do diálogo político entre o Governo e a Renamo e apelou a que Zuma, como presidente da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC), lute para garantir a paz nos países da organização.