Malawi irá se beneficiar em 10 megawatts por parte de Moçambique

Malawi irá se beneficiar em 10 megawatts por parte de Moçambique

A informação foi tornada pública hoje, depois de um encontro entre os ministros dos Negócios Estrangeiros e Cooperação dos dois países, José Pacheco (Moçambique) e Emmanuel Fabiano (Malawi). Moçambique predispõe-se a fornecer a energia e o Malawi terá que comparticipar em 300 mil dólares para a montagem de equipamentos necessários. Além desse projecto Moçambique espera nos próximos tempos produzir energia através do carvão mineral de Tete, um projecto que irá envolver, além do Malawi, a Zâmbia. Na reunião bilateral, o Malawi mostrou votante de melhorar a parceria na área de transporte e comunicações, uma vez que aquele país não tem acesso ao mar. “Um dos assuntos que discutimos é o transporte ao nível do continente africano, especialmente na SADC. Nós estamos a promover a integração regional e uma das áreas desse objectivo é o transporte. Moçambique e Malawi são separados por uma vasta fronteira e nós temos de nos comunicar, usando o transporte ferroviário, rodoviário e outros meios disponíveis na região. Um dos assuntos que abordamos é a questão da energia. A África Austral dispõe de uma rede eléctrica de que muitos países se beneficiam, excepto o Malawi, e gostaríamos de nos beneficiar”, disse o dirigente malawiano. Ainda hoje, a delegação malawiana tinha agendada uma visita ao Porto de Maputo e à Central Térmica a gás.
Ler 96 vezes
Avalie este item
(0 votos)

About Author