Porto da Beira está a atrair atenção de operadores da indústria marítima de África

Porto da Beira está a atrair atenção de operadores da indústria marítima de África

A concentração de investimentos na modernização das tecnologias de manuseamento de carga no Porto da Beira está a atrair atenção de operadores da indústria marítima de África, Europa e Médio Oriente. Falando ontem na cidade da Beira, perante representantes de companhias marítimas de vários países do mundo, o administrador-delegado da Cornelder de Moçambique, entidade gestora do Porto, confirmou que aquela infra-estrutura está em constante crescimento, tendo já alcançando uma competividade regional, com os volumes de carga manuseada a aumentarem significativamente. O grupo, que esteve ontem de visita ao Porto, encontra-se na cidade da Beira para participar, hoje, na 19ª Conferência intermodal de África que tem como anfitrião a Cornelder de Moçambique. Jan de Vries citou como exemplos os casos de mercadorias dos tradicionais utilizadores do Porto, nomeadamente Zimbabwe, Zâmbia, Malawi e RDCongo, cujo reconhecimento, segundo ele, tem réplica na Europa e América, pelo facto de o Porto da Beira possuir infra-estruturas básicas com investimentos que acompanham a evolução do mercado internacional. Aquele gestor realçou que o Terminal de Contentores (com capacidade para 11 mil unidades) e os armazéns de carga-geral também foram alvos de vários investimentos visando a sua modernização para acompanhar o crescimento do mercado, no âmbito da vantagem de economia de escala na cadeia logística. Acrescentou que os investimentos em alusão são extensivos às máquinas de guindastes para permitir maior fiabilidade no manuseamento da carga, numa altura em que a dragagem de emergência do canal de acesso ao Porto da Beira, que decorre desde Novembro último, já permitiu atingir o nível de 12 metros de profundidade do calado normal no Terminal de Contentores, permitindo o acesso de navios de grande dimensão. Enquanto isso, a cidade da Beira acolhe hoje e amanhã uma Conferência Intermodal na qual deverão participar mais de 300 convidados. O evento é organizado anualmente pela empresa Transport Events, uma entidade sediada na Malásia, que promove encontros do género em vários pontos do globo. O objectivo da conferência é concentrar um diversificado segmento de actores do sistema global de transportes, constituindo uma plataforma para constituição de parcerias, desenvolvimento de sinergias e promoção de novos negócios, sempre na perspectiva de tornar o sistema de transportes mais fluido, integrado e eficiente.
Ler 43 vezes
Avalie este item
(0 votos)

About Author