AMOPÃO quer uniformizar o preço do Pão

AMOPÃO quer uniformizar o preço do Pão

A Associação Moçambicana dos Panificadores (AMOPAO), que durante vários anos experimentou um “braço de ferro” com o Governo na determinação do preço e peso do pão acaba de fazer um derradeiro “volte-face” ao decidir criar uma comissão que vai percorrer todas as padarias com o intuito de estimulá-las a uniformizar o peso e o preço do pão. A previsão é que o pão produzido pelas padarias filiadas à AMOPÃO volte a ter peso compatível com o preço a partir do próximo dia 1 de Abril, para evitar que estas empresas se asfixiem financeiramente, uma vez que se dizem confrontadas com uma “feroz” concorrência promovida por uma nova operadora do ramo estabelecida no mercado há poucos meses, a Espiga dʼOuro. A informação foi avançada durante uma reunião extraordinária daquela colectividade que foi realizada na semana passada, que visava buscar soluções para a reconquista do mercado que, segundo os participantes, está tomado pela aludida empresa. Para além da uniformização do peso e do preço do pão os membros daquela agremiação acordaram que devem criar uma equipa de fiscalização e, sempre que for necessário, penalizar aos associados que não honrarem com o compromisso de devolver estes dois elementos ao produto, acrescido de qualidade. No mesmo quadro, aquela colectividade firmou recentemente uma parceria com uma empresa nacional que deverá disponibilizar quiosques aos associados para a comercialização do pão em diferentes pontos da cidade de Maputo. Enquanto isso, decorrem negociações com uma empresa moageira, que não nos foi revelada, para o eventual fornecimento de farinha de trigo aos membros a um preço acessível, uma vez que o preço actualmente praticado, de 1400 meticais pelo saco de 50 quilogramas, é tido como alto.
Ler 51 vezes
Avalie este item
(0 votos)

About Author