China desembolsou 10 milhões de dólares USD para apoiar campanha agrícola

China desembolsou 10 milhões de dólares USD para apoiar campanha agrícola Featured

A China desembolsou cerca de 10 milhões de dólares americanos para apoiar a actual campanha agrícola em Moçambique. O facto foi revelado no último sábado no distrito de Boane, pelo embaixador da China em Moçambique, Su Jian, durante a visita que o Presidente do Comité Permanente da 13ª Assembleia Popular Nacional da China, Li Zhanshu, efectuou ao Centro de Investigação e Transferência de Tecnologia Agrícola Moçambique - China, localizado naquele ponto do país, segundo avança a AIM. Su Jian apontou a agricultura e segurança alimentar como sectores prioritários do investimento chinês no país. “A China escolheu a agricultura como o sector em que deve investir mais nos próximos tempos em Moçambique”, disse, acrescentando que cinco maiores empresas chinesas estão a operar em Moçambique, sobretudo nos sectores de agricultura e segurança alimentar, infra-estruturas, e vias de acesso. Para o embaixador, as firmas chinesas têm dado o seu contributo no país, alavancando a economia, com o objectivo de a tornar sustentável. Por isso, segundo o diplomata chinês, como forma de encorajar mais investimentos, a cooperação entre Moçambique e a potência asiática deve ser vantajosa e ser cada vez mais eficiente. Quanto à visita do Presidente do Comité Permanente da 13ª Assembleia Popular Nacional da China, Su Jian acredita ser de capital importância, numa altura em que a cooperação com a contraparte moçambicana tem sido cimentada ao mais alto nível. Por seu turno, o primeiro vice-presidente da Assembleia da República, António Amélia, destacou que a Liga de Amizade e Cooperação entre Moçambique e China favorece uma cooperação parlamentar eficaz. António Amélia disse que mais de 50 funcionários da Assembleia foram capacitados na China em áreas como gestão parlamentar, e tecnologias de informação e comunicação. A visita do Li Zhanshu a Moçambique termina segunda-feira. Acompanham a delegação 60 pessoas, incluindo membros da Assembleia Nacional Popular da China.
Ler 413 vezes
Avalie este item
(0 votos)

About Author